Passatempos:

Archive for Julho 2010

Compras do mês de Julho…


.

Bom, este mês endoideci, e a culpa é do fórum do Segredo dos Livros! Nunca me senti tão motivada para a leitura como agora, apesar de ter os meus dias de altos e baixos, mas tenho-me mantido fiel, pelo menos, a um livro, o que para mim já é muito positivo.

Mas o que me permitiu estas compras todas foi as dicas que me deram por lá, e então acabei por fazer umas compritas em 2ª mão, o que ajuda bastante a equilibrar as contas (ou não como foi o caso) e também permite a circulação de livros que se calhar já só serviam para acumular pó.
É certo que não comprei todos os que tinha pensado em comprar (e comprei outros que não pensava em comprar!), mas às vezes é uma questão de oportunidade e nem sempre estive lá na hora certa…
Mas estou bastante satisfeita com as compras deste mês, só espero que a satisfação se estenda também na leitura.

As compras foram as seguintes:



E surpresa das surpresas, fui contemplada pela primeira vez por um livro sorteado num passatempo do Segredo dos Livros:


Realmente, não é bem o tipo de livro que costumo ler, mas já me sinto bastante satisfeita por ter ganho um livro, e Obrigada! Segredo dos Livros.

A Mãe também ofereceu mais um para a colecção, que está na lista para ser lido brevemente...


E por este mês já chega de compras!

Resultado do 1º Passatempo – A Rosa Rebelde


.



Bom, ao fim de alguns percalços, finalmente consigo publicar os vencedores do 1º passatempo do Clorofórmio do Espírito, patrocinado pela Editorial Bizâncio.
E esta “rapidez” e eficácia só foi possível com a ajuda de uma pessoa sempre disponível nestas andanças de blogs, o Paulo do Clube dos Livros, e agora é a vez de lhe deixar aqui o meu obrigado pela paciência e pela boa vontade.
Assim, sem mais demoras, vamos aos resultados:

Questão: O que dividia a nação?
2ª opção = A guerra    (2 respostas erradas)

Questão: Como ficou conhecida Lady MacIntosh?
3ª opção = A coronela Anne     (4 respostas erradas)

Questão: Janet Paisley criou uma extraordinária história de...
1ª opção = ... amor, conflito, lealdade e traição.    (8 respostas erradas)


Houve 184 participações, algumas das quais foram eliminadas por estarem repetidas ou com dados inválidos. E, depois de tudo conferido por mim e com a ajuda indispensável do Paulo, os vencedores são:

    » 181 = Joana Patricia Dias - Ermesinde
    » 56 = Vanda Amaro Lopes - Alcains (Castelo Branco)
    » 117 = Raquel Alexandra Lima - Guimarães



Parabéns às felizes contempladas! Espero que A Rosa Rebelde vos traga agradáveis momentos de leitura.
Para os que não venceram, agradeço pela participação e insistam, porque um dia pode ser a vossa vez!...

E não deixem de visitar, ser seguidor (para chegar aos 500!) e participar nos passatempos do Clube dos Livros!


Passatempo - "A Rosa Rebelde" de Janet Paisley


.


Hoje sinto uma grande satisfação por estar pela primeira vez a sortear um livro no meu blog!
E não podia começar em melhor dia, já que hoje o Clorofórmio do Espírito faz 3 meses, dia que somado também dá 3 (2+1), e serão 3 exemplares de “A Rosa Rebelde” para sortear!... Uma extraordinária história que destaca a bravura de uma mulher que irá lutar como os melhores guerreiros por amor às suas convicções e ao seu país.
Assim, para poderem ser contemplados com um destes exemplares gentilmente cedidos pela Bizâncio, basta seleccionarem as respostas correctas às 3 questões colocadas no formulário.


O passatempo irá terminar no próximo Domingo dia 25 de Julho às 23:59h e os resultados serão depois publicados no blog e, posteriormente, serão contactados por e-mail os vencedores do passatempo para disponibilizarem os restantes dados necessários ao envio do livro.

As respostas poderão ser encontradas no site da editora. Boa sorte!

O Passatempo já terminou!!



Nota:
» Só será aceite uma participação por pessoa/e-mail e para residentes em Portugal.

Uma questão de escolha – Nora Roberts [Opinião]


.


Uma Questão de Escolha (E-book)
de Nora Roberts

Edição/reimpressão: 2009
Páginas: 160
Editor: Chá das Cinco

Para ler este e-book basta clicar na imagem.




Ponto de Vista: A leitura deste “livro” foi uma escolha para as horas mortas, porque não sou grande apreciadora de e-books, mas em relação a este livro não havia grandes alternativas, e o que aconteceu foi que mais uma vez Nora Roberts me conseguiu seduzir com grande subtileza…

É uma pequena história tendo em conta a maioria dos seus livros, mas repleta de muita sensualidade e acção q.b. como de costume.
Envolvendo poucos personagens, o que para mim será sempre um ponto a favor, a história centra-se no contrabando de antiguidades envolvendo a conceituada loja de Jessica Winslow, filha de um juiz conhecido por ser um homem justo e recto nos seus valores e afilhada do comissário Dodson, que não aceita que Jessica esteja envolvida nesta situação e, por isso, decide enviar uma pessoa da sua confiança para que nada de mal lhe aconteça até que tudo se resolva. Essa pessoa é James Sladerman, um polícia por obrigação, que só pensava no dia em que poderia dedicar-se ao que realmente gostava de fazer – escrever.
Nesta sua nova missão, de ama-seca de uma menina rica e mimada, ele vai ser surpreendido de muitas formas, e Jessica vai perceber que, apesar de ver a vida em risco, esta pode ser preenchida de muitas outras sensações que até então desconhecia.
O resto fica por descobrir nas breves 160 páginas deste e-book…

E, para concluir, só posso dizer que à semelhança de muitas outras pessoas, já virei fã da escrita de Nora, porque os seus livros não são romances no verdadeiro sentido da palavra, sem dúvida, que os sentimentos comandam toda a história, mas ao mesmo tempo consegue fazer um enredo para além disso, envolvendo o leitor num misto de erotismo e curiosidade que se vai criando em conjunto com os personagens até ao suspiro do final.

 
Em estrelas: 4¸.•☆

Para si que já escreveu um livro, ou pensa nisso...


.



É com grande satisfação da minha parte que venho a constatar que as Editoras se aproximam cada vez mais dos leitores e da escrita criativa ou não.
Desta vez, o meu destaque vai para a editora Objectiva, que se dispõe a olhar para aqueles textos que se guardam na gaveta porque achamos que nunca ninguém se vai interessar por eles, pois aqui está a oportunidade de eles verem a luz do dia e, quem sabe, uma prateleira!...

Para isso, basta que enviem:
• Uma sinopse do manuscrito (no máximo duas página A4)
• Uma impressão integral do manuscrito em papel A4
• Um breve currículo onde constem os dados de contacto directo (nome completo, morada, telefone ou telemóvel, e-mail) e outros dados que considerem relevantes

Editora Objectiva
Avaliação de originais
Estrada da Outurela, 118
2794-084 Carnaxide
PORTUGAL

Realmente, o único senão prende-se com o facto de não ser possível enviar o manuscrito por e-mail, o que pouparia algum dinheiro a quem acaba por ser o maior mentor de tudo. Uma resposta por parte da Editora pode demorar até 3 meses, e no caso de pretenderem a devolução do texto também, mais uma vez, tem de ser o próprio a disponibilizar os meios para o reenvio.
Mas, independentemente, destes pontos menos positivos acho que é sempre uma oportunidade a ponderar.

Fonte: Editora Objectiva

1ª Editora a patrocinar o Clorofórmio do Espírito – Editorial Bizâncio


.


Hoje é um dia realmente feliz para mim, por mais uma conquista pelo meu blog!
Agora já é oficial, a primeira Editora a colaborar com o meu espaço é a Bizâncio, que vem proporcionar aos visitantes e possíveis seguidores do meu blog a oportunidade de aumentarem a sua biblioteca de uma forma mais económica.

Uma breve “biografia”:
A Editorial Bizâncio surgiu em 1998, e propôs-se desde então a cobrir uma vasta área editorial, por forma a abranger diversos autores, estilos, origens e filosofias, o que veio permitir ao leitor uma ampla escolha entre géneros e autores, a preços bastante acessíveis.
Por isso, não deixem de fazer uma visita ao site aqui.

Assim, só tenho a dizer, para estarem atentos ao meu blog porque dentro de alguns dias surgirá um passatempo patrocinado pela Bizâncio, a quem aproveito para deixar aqui, e mais uma vez, um enorme OBRIGADO!

Passatempo “Conte-nos uma história”


.


A editora Contraponto vem-se associar a mais uma das iniciativas que merece também destaque aqui no meu blog.

Para assinalar a publicação em Setembro do livro O Contador de Histórias, de Rabih Alameddine, uma história que nos levará a voar num tapete mágico pelos céus do Médio Oriente, com fábulas de princesas, de génios, de sultões e vizires, por palácios e desertos, uma espécie de Mil e uma Noites do século XXI, a editora Contraponto coloca um desafio aos Leitores e que se prende com sua veia criativa, ou seja, escrever um pequeno texto (mínimo 200 palavras até ao máximo de 1 página A4), inspirado na temática ou na história de um livro editado pela Contraponto, dos vários que constam do catálogo da editora.

O texto mais original receberá como prémio 1 pack exclusivo constituído pelos livros O Contador de Histórias e A Mecânica do Coração, de Mathias Malzieu, bem como um voucher de €10,00 das Livrarias Bertrand. O texto será também publicado no blogue da editora.

O passatempo termina a 5 de Setembro, por isso, ainda há muito tempo para pôr a imaginação a trabalhar mas mesmo assim é melhor começarem já a aquecer os dedos para que eles nos permitam viajar pelas vossas Mil e Uma Noites!

Para saber como participar clique aqui.

Campanha Especial da Editorial Presença – De Férias com…


.

E as campanhas da Editorial Presença continuam!... Desta vez os destaques vão para diferentes nacionalidade de autores.

Aqui fica a selecção:

O Alquimista – Paulo Coelho [Opinião]


.

O Alquimista (Ed. Compacta)
de Paulo Coelho

Edição/reimpressão: 2005
Páginas: 160
Editor: Pergaminho
ISBN: 9789727116966
Colecção: Obras de Paulo Coelho

SinopseQuando alguém quer uma coisa, todo o Universo conspira para que possa realizá-la.De tempos a tempos, surge um livro que muda a vida dos seus leitores para sempre.
O Alquimista é um desses clássicos modernos, a par de obras como o Principezinho, de Saint-Exupéry, e Fernão Capelo Gaivota, de Richard Bach. Os mais de 500 000 exemplares vendidos em Portugal, e mais de 27 milhões em todo o mundo, firmaram a consagração literária de Paulo Coelho como um dos grandes autores do nosso tempo.
Conta a história de Santiago, um pastor andaluz que abandona a sua terra natal e viaja pelo Norte de África em busca de uma quimera - um tesouro enterrado sob as pirâmides. Nesta viagem, conhece uma jovem cigana, um homem que diz ser rei e um alquimista, que o vão ajudar na sua busca. Ninguém sabe exactamente o que é um tesouro nem se Santiago conseguirá ultrapassar todos os obstáculos da sua travessia do deserto. Mas aquilo que começa por ser uma aventura por locais exóticos para procurar a riqueza material, acaba por se transformar numa viagem de descoberta de si mesmo e da riqueza da alma humana. O Alquimista recria um símbolo intemporal que nos recorda a importância de seguir os nossos sonhos e ouvir a voz do coração.




Ponto de Vista: Já foi há algum tempo que li este livro, e apesar de ter uma vaga ideia da história e de ter achado na altura que deste livro era possível tirar uma lição, agora senti necessidade de o reler não sei dizer porquê, mas algum motivo tive, talvez porque precisasse relembrar algumas lições de vida.
Não vou dizer que sou fã de Paulo Coelho, até porque só li dois dos seus livros, e não sei muito bem onde encaixar a sua escrita, que anda entre o romance e a espiritualidade, e que não passa por grandes narrativas, mas este livro transmite-me alguma coisa, talvez por eu valorizar demasiado os animais, os sentimentos, e a busca por aquilo que nós achamos que nos fará felizes, sendo estes os pontos principais desta história.

Contemplar um rebanho é algo que nos enriquece tanto como as palavras, porque podemos ver como os animais vivem em “sociedade”, já para não falar dos sentimentos que nos transmitem que são puros e sinceros até mesmo quando só nos vêem como um meio para obter alimento, não existe falsidade, tão típico dos humanos!…

“As ovelhas, entretanto, tinham ensinado uma coisa muito importante: que havia uma linguagem no mundo que todos compreendiam, (…). Era a linguagem do entusiasmo, das coisas feitas com amor e com vontade, em busca de algo que se desejava ou em que se acreditava.”

A história centra-se por isso num Pastor que apesar de levar uma vida simples e, de certa forma, plena, sentia o apelo de um sonho.
E após se encontrar com algumas pessoas, ganha coragem para ir em busca desse sonho, e é nesta busca que ele se dá conta da importância das coisas, dos actos, das pessoas, dos sentimentos, da vida…

“No presente é que está o segredo; se você prestar atenção no presente, poderá melhorá-lo. E se você melhorar o presente, o que acontecerá depois também será melhor. Esqueça o futuro e viva cada dia da sua vida (…).”

É uma história na sua essência simples que se assemelha a uma fábula, mostrando-nos aquilo que já todos vimos/sentimos e que por vezes nos esquecemos, e que é sempre bom relembrar para que a nossa vida não seja apenas uma mera passagem.
Acho que nem todas as pessoas devem apreciar este tipo de narrativa, mas se gostarem de fábulas e daquilo que podemos extrair delas, devem ler O Alquimista.

Em estrelas: 4{

Artigos a destacar:


E já que a ocasião o permite, deixo aqui também uma singela homenagem às minhas meninas que fizeram parte de alguns anos da minha vida e que me deram muito mais a mim que eu a elas, e podem estar certas de que NUNCA serão esquecidas e que a saudade vai estar sempre presente!...
E apesar de não saberem ler, aqui fica o meu mais sincero obrigado pela amizade, carinho, humildade, coragem, persistência, humanidade, por tudo o que me transmitiram que foi imenso…


Dia Mundial das Bibliotecas


.

"Um bom livro é um bálsamo; uma biblioteca é desfrutar do paraíso por inteiro."
- Luiza Gosuen -


  
Para mim, Biblioteca é muito mais que um simples espaço onde se guardam livros, é um local onde nos podemos encontrar através do silêncio de uma leitura...
E ainda é mais especial quando a nossa profissão nos permite estar lá todo o tempo!...
Por me poder considerar bibliotecária, e porque este espaço não é só dedicado ao livro mas a tudo o que o envolve, o Dia Mundial das Bibliotecas (1 de Julho) tinha de ficar registado também aqui.
Espero que este dia ainda possa ser comemorado por muitos e longos anos!...
   



Artigos a destacar:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Ouvindo...

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 2.5 Generic License