Passatempos:

Archive for Abril 2010

Dia Mundial do Livro


.



“Livros são os mais silenciosos e constantes amigos; os mais acessíveis e sábios conselheiros; e os mais pacientes professores.”
Charles Eliot

Hoje é o Dia Mundial do Livro, e por isso acho importante destacar a sua importância, já que temos tanta coisa à nossa diposição e acabamos sempre por negligenciar outras mais importantes como o Livro.
O livro tem a capacidade de modificar, evolucionar e desenvolver a capacidade crítica e criativa de quem o lê, pode-se ler o que apetecer, bem como e onde se desejar e no ritmo que se preferir.

Um pouco de história:

O Dia Mundial do Livro já foi comemorado em outras datas, mas desde 1996 e por decisão da UNESCO, foi instituído a 23 de Abril. Trata-se de uma data simbólica para a literatura, já que, segundo os vários calendários, neste dia faleceram importantes escritores como Cervantes e Shakespeare.
A ideia da comemoração teve origem na Catalunha: a 23 de Abril, dia de São Jorge, uma rosa é oferecida a quem comprar um livro. Mais recentemente, a troca de uma rosa por um livro tornou-se uma tradição em vários países do mundo.

“Um Livro faz-nos mais ricos”


.


“Um Livro faz-nos mais ricos”, sem dúvida que esta frase diz tudo!
Mas agora serve de lema a uma iniciativa bastante louvável por parte da Biblioteca Municipal de Ponte de Lima que, para assinalar o Dia Mundial do Livro, e articulando esta iniciativa com o Ano Europeu do Combate à Pobreza e à Exclusão Social, pretende oferecer livros a associações e/ou instituições de solidariedade social do concelho de Ponte de Lima.
Só que para esta campanha ter o sucesso pretendido todos nós temos de contribuir, ou seja, dirijam-se à Biblioteca e ofereçam um livro que posteriormente será doado a determinada instituição. E no caso de não poderem passar pela Biblioteca, entrem em contacto com esta, já que estes podem disponibilizar outras formas de recolha.
Vamos então ajudar a ajudar porque custa tão pouco tornarmo-nos mais ricos…

Fonte: A Informação

Promoção da Editorial Presença - até 28 Abril!


.

Como a Editorial Presença é uma das minhas editoras preferidas achei que merecia ser destacada por mais uma excelente iniciativa, ou seja, promoções de cerca de 30% em todos os livros e um livro em destaque por dia com um desconto em grande até dia 28 de Abril.
E eu já fiz a minha compra, que já andava em vista há algum tempo, só que os euros são curtos e ainda não me tinha sido possível fazê-la, mas agora não podia mesmo deixar passar! E a minha aquisição foi: O Livreiro de Cabul - Asne Seierstad, espero que seja mais um daqueles especiais que merece um lugar de destaque na minha prateleira.

O Décimo Terceiro Conto - Diane Setterfield [Opinião]


.

Bom, desde que comecei as minhas “andanças” (que foi à relativamente pouco tempo) pelos muitos espaços livrescos disponíveis neste mundo W, percebi que houve um vírus que atacou vários bloguistas do tema: O Décimo Terceiro Conto.
Pois, a mim parece que me contagiou um pouco mais cedo, talvez por não ter ainda nenhum blog!...
Assim sendo, acho que seria o livro certo para constar aqui como 1º!


O Décimo Terceiro Conto
de Diane Setterfield

Edição/reimpressão: 2007
Páginas: 368
Editor: Editorial Presença
ISBN: 9789722337328
Colecção: Grandes Narrativas

SinopseArquitectado ao melhor estilo dos grandes romances anglo-saxónicos, O Décimo Terceiro Conto foi eleito "um clássico moderno" pela revista inglesa The Bookseller. Traduzido em 32 países, alcançou o primeiro lugar no top de bestseller do jornal The New York Times, ocupando a mesma posição na revista americana Publishers Weekly, ambos relativos ao mês de Outubro de 2006. O Décimo Terceiro Conto, de Diane Setterfield, tem início quando a filha de um livreiro, Margaret Lea, descobre uma carta da sua escritora inglesa preferida que se imortalizou tornando-se uma verdadeira lenda: Vida Winter. Nessa carta Winter expressa a sua vontade para finalmente contar em livro aspectos nunca antes revelados da sua vida que sempre intrigaram jornalistas e fãs. Depois de ter escrito treze histórias, que apenas continham doze, a sua primeira obra, parece ter chegado agora o momento de desvendar o décimo terceiro conto, a sua própria história. Num compulsivo e emocional mistério, Diane Setterfield cria um enredo considerado "talentoso" pelo Washington Post.



Ponto de Vista: É uma história que me toca particularmente, já que tenho muitos pontos em comum com a Margaret, a narradora de toda a história, amante de livros e biógrafa de profissão.

A impressão que o leitor tem é que está a ler um diário, porque toda a narrativa fala sobre vidas, acontecimentos, decisões, sentimentos, e mais concretamente sobre a história de uma família que tem pouco de comum.

No final, Margaret dirige-se mesmo ao leitor de uma forma muito realista, pondo a nu o que nos passa pela cabeça sempre que estamos a terminar a leitura de um livro, e consegue clarificar muitas dessas questões que ficam.

Resumidamente, é uma história bonita, apesar da tragédia que a caracteriza, leve no sentido em que não entendia e acabo por terminar com um final completo, que para mim é o que determina se um livro é bom ou não.

Aconselho a todos aqueles que procurem, por momentos, sair um pouco das suas próprias vidas e, passem a viver a de Margaret e da Miss Winter.

Em estrelas: 4{

O porquê do meu blog...


.

Decidi criar este blog, mais como um registo das minhas leituras, porque às vezes dou por mim a rebuscar na minha memória a história de determinado livro, e assim fica mais fácil!...
Para além disso, espero vir a ter aqui outras opiniões partilhadas por outros bibliófilos como eu, e que serão sempre bem-vindas!...
E apesar de o tempo para a leitura não ser o desejável, espero poder ser assídua neste espaço, pelo menos, uma vez por mês…
Entretanto tenho de ir ajeitando o canto, porque há muitas arestas para limar.

O Clorofórmio do Espírito...


.

O que será para nós um clorofórmio do espírito?!
Uma viagem, um filme, uma música, uma conversa, o silêncio
E um bom livro, como disse em tempos Robert Chambers, biólogo e escritor, e a quem devo o nome do meu blog.

Pois para mim, um livro é, sem dúvida, um calmante para muitas horas, para muitos momentos e “fases”…
Um livro é muito mais do que um maço de folhas escritas e encadernadas, é parte de alguém, da sua experiência de vida ou do seu imaginário, é a abertura de mente, é uma viagem que não pode ser vivida de outra forma, é sentimento, posse… é tanta coisa!...
E apesar das muitas outras formas que já possuíram, que me desculpem os apreciadores dos “novos” livros, os chamados e-books, mas isso não são livros é um mero objecto que armazena dados (ou como já li por aí que são como “um livro emprestado”), que não tem o toque, o cheiro e nem o folhear de um verdadeiro livro!... Podem até ter desvantagens, como o peso, o volume, o espaço, mas mesmo assim valem bem por esses pequenos inconvenientes…

Assim sendo, aqui fica a minha singela homenagem ao meu querido e VERDADEIRO LIVRO, que por mim nunca deixará de existir!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Ouvindo...

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 2.5 Generic License